Close

Quais os principais tipos de aço inox e qual a diferença entre eles?

Primeiramente, entenda o que é o aço inoxidável:

O aço inoxidável é um aço de alta-liga resistente à ação deteriorante do oxigênio, ou seja, sendo a alta resistência à oxidação atmosférica a sua principal característica. A presença do cromo ajuda a formar um filme fino e aderente, que protege o material. O aço inoxidável é fabricado a partir do ferro-gusa em altos-fornos.

Há diversos tipos de aço inoxidável, porém vamos nos concentrar nos dois principais.

O aço inoxidável 304 e aço inoxidável 316.

A principal diferença entre o aço inoxidável 304 e 316 é a composição química.

Aço Inoxidável 304

O aço inoxidável de grau 304 é geralmente conhecido como o aço inoxidável mais comum. 

Contém altas quantidades de cromo e níquel dão ao aço inoxidável 304 excelente resistência à corrosão. 

A quantidade de cromo está em aproximadamente 18% a 20%.

O teor de níquel é normalmente entre 8% e 10,5%. 

Outros elementos indispensáveis de liga incluem manganês, silício e carbono. 

O restante da composição química é constituido principalmente de ferro.

Aplicações comuns de aço inoxidável 304 incluem:

  • Eletrodomésticos, como geladeiras e lava-louças
  • Equipamento comercial de processamento de alimentos
  • Fixadores
  • Tubulação
  • Trocadores de calor
  • Estruturas em ambientes que corroem o aço carbono padrão.

Aço Inoxidável 316

Similar ao 304, o aço inoxidável de grau 316 possui grandes quantidades de cromo e níquel. 

O aço inoxidável 316 também contém silício, manganês e carbono, sendo o ferro a maior parte da composição. 

A principal diferença entre o aço inoxidável 304 e 316 é a quantidade de molibdênio.

 Com o aço inoxidável 316 contendo uma quantidade significativa de molibdênio, compreendendo normalmente 2% a 3% em peso

Enquanto no 304 é encontrado apenas vestígios de molibdênio.

O maior teor de molibdênio significa que o aço inoxidável 316 possui maior resistência à corrosão.

Algumas aplicações comuns do aço inoxidável 316 incluem:

  • Equipamento de processamento e armazenamento químico.
  • Equipamentos de refinaria
  • Dispositivos médicos
  • Ambientes marinhos, especialmente aqueles com cloretos presentes
Gostou? Compartilhe nas redes sociais!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin